Agronegócio organiza tratoraço até a Assembleia Legislativa de SP contra alta de ICMS

Entidades do setor de saúde e revendedores de carros também participarão

Produtores rurais e representantes de entidades sindicais e cooperativas das regiões de Itararé e Fartura estão organizando um “tratoraço” nesta quinta-feira (7), para se manifestarem contra as mudanças na cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Assim como está ocorrendo em diversas partes do Estado, o movimento serve como um alerta para os aumentos nos preços de alimentos básicos, como carnes, leite, frutas e vegetais, que podem chegar a até 13% a partir do dia 15 de janeiro de 2021.

Conforme previsto na nova lei de ajuste fiscal, aprovada na primeira quinzena de dezembro, a alíquota de imposto que incide sobre alimentos básicos vai passar a ser de até 13,3%. Antes, os produtos eram isentos deste imposto ou tinham alíquotas bem mais baixas.

Resultado de imagem para ruralistas organizam tratoraço contra o icms para dia 17/02/21

Em Itararé, o movimento terá início às 8h no Trevo Ponte Alta, contando com o apoio do Sindicato Rural de Itararé, CAPAL – Cooperativa Agroindustrial, Castrolanda e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (FAESP). Segundo o diretor do Sindicato Rural de Itararé, Edivanil Zambon, diversos produtores rurais irão se organizar com máquinas e tratores no local até às 17h para manifestar o repúdio ao aumento do ICMS, que irá refletir diretamente no setor e nos consumidores.

Haverá também mobilização em Fartura, organizada pelo Sindicato Rural de Fartura e apoio da CAPAL, da Cooperativa de Criadores de Suínos de Caieiras e Fartura e da Associação dos Produtores de Leite de Fartura. Será no recinto de exposições, que fica na rua João Carlos, Centro, a partir das 14h.

 

Produtores de nosso município estarão participando da manifestação através do “TRATORAÇO” contra o aumento do ICMS em todo estado de São Paulo.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proteção contra força bruta. * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.