Parceria entre Arquitetura e Acipp propõe reestruturação da entidade comercial

 
Projeto arquitetônico elaborado gratuitamente resultará em modificações nos pisos térreo, superior e inferior da associação

Foto: Erika Foglia

Estagiários sob a supervisão da professora CynaraTessoni, apresentarão a proposta à diretoria da Acipp no próximo dia 16

Uma parceria entre o Núcleo de Prestação de Serviços à Comunidade (NPSC/Dual) do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unoeste e a Associação Comercial e Empresarial de Presidente Prudente (Acipp) resultará na reestruturação de três pisos do espaço onde funciona a entidade, no centro da cidade.

De acordo com a professora da graduação na universidade e supervisora do núcleo, Cynara Tessoni Bono, seis acadêmicos estão envolvidos no projeto, que teve início em novembro do ano passado, com uma primeira aproximação e começou a ser colocado em prática efetivamente em fevereiro com o retorno dos estagiários para o início do semestre letivo.

“Para se propor um projeto arquitetônico de reestruturação do local e de funções da Acipp foi necessário realizar um levantamento métrico e fotográfico de três níveis do edifício: térreo, superior e inferior. Esta fase já foi feita e em cerca de três semanas foram elaborados, paralelamente, as peças gráficas como plantas arquitetônicas de instalações prediais, cortes e vistas do espaço existente”, explica a professora.

Cynara informa que o trabalho encontra-se no estágio de proposta projetual, ou seja, de reformulação dos ambientes que atendam ao novo programa de necessidades da associação, como atendimento ao público, as novas salas para os associados da própria Acipp, área social e de realização de eventos, sala de reuniões, coworking, copa/cozinha/área de serviço e sanitários, inclusive adaptados. “Vamos fazer a apresentação dessa proposta no dia 16 de abril para a presidência da Acipp”, revela.

Para o presidente da Acipp, Ricardo Anderson Ribeiro, este projeto une o útil ao agradável para ambas as partes e que estar em constante contato com os jovens é revigorante para a associação, que tem 92 anos em Presidente Prudente. “Precisamos do serviço de reformulação do espaço e os alunos precisam praticar sua futura profissão. A Acipp, mesmo sendo uma entidade muito antiga, está sempre em busca de se revigorar e acompanhar as inovações. Esses jovens nos trazem uma mentalidade muito importante nessa nova era de tantas mudanças repentinas”, conta.

Ribeiro explica ainda que a parceria entre a Acipp e a Unoeste é muito antiga e que já estiveram juntos em diversos trabalhos de extensão. “Sempre procuramos valorizar essa relação. Dessa vez, com a Arquitetura, oferecemos uma sala na sede da Acipp, no coworking da associação para os egressos desfrutarem deste espaço. Nosso objetivo é que tudo fique mais colorido, jovial e com a cara dessas pessoas. Queremos que eles se sintam em seus próprios ambientes aqui dentro”, fala.

NPSC/Dual

De acordo com a professora Cynara, o Núcleo de Prestação de Serviços à Comunidade funciona como um dos braços de extensão do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unoeste e o objetivo é proporcionar ao estudante estagiário a simulação da vida profissional. “É como se ele estivesse em um escritório de arquitetura ou em um departamento de projetos de uma construtora, por exemplo. As vivências que eles estão tendo com este projeto são muito enriquecedoras. Eles têm contato até mesmo com a parte do controle de estoque de materiais, como deve se fazer uma cobrança, como se posicionar frente a um cliente, quais são as etapas de um projeto, entre outras simulações da vida profissional”, fala.

Sobre o viés social do núcleo, Cynara explica que o segundo grande objetivo é prestar serviço à comunidade, tanto interna, quanto externa. “Possuímos diversos projetos sendo estudados dentro da própria universidade. Dentre eles, estamos em andamento com a reformulação de um dos laboratórios de computação da Faculdade de Informática (Fipp), no campus I, além da sala de descanso no campus II da Unoeste”, conta.

Já em relação a projetos externos, a professora informa que já foram apresentados uma proposta projetual para o Educandário São José em Santo Anastácio (SP), e um projeto para um monumento no município de Taciba (SP). Além disso, estão sendo avaliados planos de mobilidade urbana para as cidades paulistas de Presidente Venceslau, Presidente Epitácio e Santo Expedito. “São propostas que apresentamos, porém, depende muito do cliente levar ou não adiante”, diz.

Sobre esses trabalhos para a comunidade externa, a professora informa que os interessados precisam comprovar que não podem pagar arquitetos habilitados para fazerem os projetos. “Trabalhamos com a responsabilidade social. A partir do momento que formamos profissionais com este pensamento, lá fora, no mercado, eles transmitirão o que aprenderam aqui. A arquitetura precisa ser multidisciplinar, queremos disseminar a ideia de que não trabalhamos para a elite, mas sim, para pessoas”, finaliza. 

De acordo com o estagiário do núcleo e acadêmico do 6º termo de Arquitetura e Urbanismo, Jean Guilherme, “quando entramos na profissão, percebemos que todos veem o arquiteto como um profissional para a elite. Aqui aprendemos a nos preocupar com a melhoria da comunidade. Estamos em busca de romper essa visão que até nós mesmos tínhamos antes de entrar no curso”, fala.

Com o mesmo pensamento, Tiago Bonfim, também integrante da equipe de estagiários do NPSC/DUAL e aluno do 6º termo, fala da alegria de poder promover a qualidade de vida para a comunidade e de atender todas as camadas da sociedade com seu trabalho. “Essa é a nossa função social. O escritório sai do campo da utopia da profissão. Aqui dentro é pé no chão, é realidade”, comemora.

 
Aline Blasechi – Mtb: 40.055
Gabriela Oliveira – Mtb: 74.037
Erika Foglia – Mtb: 57.202
Mariana Tavares – Mtb: 59.807
Homéro Ferreira – Mtb: 29.054
João Paulo Barbosa – Mtb: 74.030
 
Assessoria de Imprensa Unoeste
Fones: (18) 3229-1185 ou 1090
imprensa@unoeste.br

PUBLICIDADE

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proteção contra força bruta. * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.