Universitários calculam o índice imobiliário do Oeste Paulista

Aline Zanoni Ramos, Gustavo Tressino Campos e Henrique Pineda Torquato
 

Um grupo de alunos pesquisadores da Universidade do Oeste Paulista – Unoeste, do curso de Ciências Contábeis, formado por Aline Zanoni Ramos, Gustavo Tressino Campos e Henrique Pineda Torquato orientados pelo professor Dr. Alexandre Bertoncello, realizam uma pesquisa utilizando como método a média dos valores dos imóveis, a qual os pesquisadores obtém os dados através das ofertas imobiliárias regionais, que possibilitam o retrato imobiliário do Oeste Paulista. Com coleta de dados semanais, contendo as seis maiores cidades com maior número populacional da Região: Presidente Prudente, Dracena, Presidente Epitácio, Presidente Venceslau, Adamantina e Osvaldo Cruz, constataram os seguintes fatos:

Os preços do metro quadrado de fevereiro estão no terceiro mês seguido de alta e demonstra uma tendência de melhora. Agosto de 2018 o preço do metro quadrado era em média R$ 2.203,42 em dezembro estava em R$ 2.189,42 e em fevereiro chegamos a R$ 2,371,16 quase 8% de aumento em 7 meses.

Apesar da média da região ser positivo, algumas cidades não demonstram melhoras a com o pior índice é Osvaldo Cruz em agosto o preço do metro quadrado estava em R$ 1.307,77 em agosto 2018, chegou em dezembro com R$ 1.071,43 e em fevereiro atingiu o nível mais baixo da pesquisa com o preço do metro quadrado em R$ 1.040,00

Enfim, conseguimos verificar uma oportunidade de investimento na cidade de Osvaldo Cruz visto que a tendência é que as cidades se aproximem da média da região, se a economia continuar a progredir e a média regional continuar em ascensão, a tendência é uma valorização nos imóveis, ou seja, uma oportunidade de investimento nesse mercado.

A pesquisa, que visa uma melhor estatística para anunciantes e compradores de imóveis na zona urbana do Oeste Paulista, continuará por parte dos pesquisadores, conforme estabelecido o índice e sucessão semanal de coleta.

 

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proteção contra força bruta. * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.