Verão pode superar marca histórica de 39,5ºC

Imagem relacionada

O verão se inicia hoje, às 20h22 e termina em 20 de março de 2019, às 18h57. A data e horário são escolhidos de acordo com a astronomia – quando a terra está em orbita com o sol, ela atinge um ponto chamado solstício, marcando o início do verão ou a chegada do inverno – e essa é a estação do ano mais quente, exigindo cuidados com a hidratação do corpo e a digestão de alimentos calóricos. Segundo o climatologista Vagner Camarini, o período promete temperaturas elevadas e predominância de pancadas de chuvas durante toda estação em Presidente Prudente. “As temperaturas podem ficar acima da média histórica que foi de 39,5º C”, explica. De acordo com ele, em média, a cidade contará com temperaturas máximas, ao longo da estação, entre 36º C e 37°C, e as mínimas ficarão entre 19°C e 20°C.

Segundo Camarini, o município vem de uma primavera “ardente” e possivelmente contará com um verão quente e úmido que se estende até o meio de março de 2019.  As chuvas na cidade devem ficar em média de 700 milímetros, durante toda estação. Pontua que a estação meteorológica com a qual ele trabalha possui dados apenas referentes ao município de Prudente, e que na cidade a predominância é de pancadas isoladas.

El Ninõ

Ainda de acordo com o climatologista, o fenômeno poderá exercer influência no clima da nova estação, isso por que a porção mais central do pacífico esteve mais quente nos últimos meses, causando agora uma mudança significativa marcada pela chuva forte registrada em novembro e o calor excessivo, que são alterações.

Uma previsão anteriormente divulgada pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), em seu Prognóstico Climático de Primavera, já informava que os principais centros internacionais de meteorologia indicavam já na estação anterior uma probabilidade superior a 60% de que seja registrado um novo episódio de El Niño entre o fim da primavera e início do verão de 2019. Desta vez, o fenômeno seria de curta duração e de intensidade baixa ou moderada.

Segundo o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o El Niño é um fenômeno atmosférico-oceânico caracterizado por um aquecimento anormal das águas superficiais no Oceano Pacífico Tropical, e que pode afetar o clima regional e global, mudando os padrões de vento em nível mundial, afetando, assim, os regimes de chuva em regiões tropicais e de latitudes médias.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proteção contra força bruta. * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.