Semepp afirma que documento será renovado após confirmação dos participantes do Paulista

Com um laudo vencido, o Estádio Paulo Constantino, Prudentão, foi interditado pela FPF (Federação Paulista de Futebol) na última terça-feira, para partidas oficiais organizadas pela entidade. De acordo com a Semepp (Secretaria Municipal de Esporte), a renovação do laudo só será realizada após a confirmação das equipes do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. A pasta ainda afirma que não recebeu nenhuma posição dos clubes e que o assunto será retomado somente em janeiro.

O laudo técnico de engenharia, que se refere a toda a parte estrutural do estádio, é o que já está vencido desde o dia 21 de novembro. O assessor da Semepp, Mauro Aoki, diz que se trata de um documento muito caro, com um custo de aproximadamente R$ 20 mil para realização. “Este laudo é feito por uma empresa de Bauru, especializada neste tipo de documento e autorizada pela FPF para realizar a vistoria”, relata.

“Não vemos porquê renová-lo sem a certeza de que haverá equipes para disputar a Segundona do Campeonato Paulista”, declara. Ele comenta ainda que a pasta segue aguardando um posicionamento oficial dos clubes que normalmente disputam a competição em Prudente, o Grêmio Prudente e o PPFC (Presidente Prudente Futebol Clube). “É necessário uma documentação por escrito das equipes da cidade, para que daí possamos providenciar a efetuação do laudo necessário”, afirma.

O estádio está com mais outros três laudos a vencer, sendo um do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), um de Segurança e outro de Prevenção e Combate a Incêndio. Mauro informa que os mesmos já estão sendo renovados, pois se trata de laudos mais simples. “O único que ainda não está vencido é o de Condições Sanitárias e de Higiene, do qual, todos os pontos de restrição apontados no documento foram regularizados dentro das regras”, ressalta.