Nutrição realiza projeto de prevenção à obesidade infantil

Crédito: João Paulo Barbosa Legenda: Apresentação musical por estudantes do curso de Nutrição

Fato gerador de preocupação mundial é trabalhado em Prudente com crianças de escolas públicas ou conveniadas

Obesidade infantil é o problema crônico de maior prevalência entre as crianças do planeta. Acima do peso existem 41 milhões com até 5 anos de idade, conforme estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS). Ações governamentais e da iniciativa privada são voltadas para essa questão, a exemplo do que ocorre com o curso de Nutrição da Unoeste que vem desenvolvendo há anos um projeto de alimentação saudável, voltado à prevenção da obesidade em crianças.

A psicóloga Elaine Fernanda Dornelas de Souza, da disciplina de Psicologia Aplicada, conta que o público-alvo tem sido crianças até 7 anos, das escolas públicas ou conveniadas da educação infantil (berçário, maternal e pré-escola) e do ensino fundamental. No trabalho preventivo é utilizada encenação teatral e apresentação musical como atividades lúdicas voltadas para instruir mediante a diversão. Na sequência, ocorre uma maior interação, quando as crianças respondem várias perguntas sobre o tema encenado.

As instruções são feitas por estudantes do curso de Nutrição, que na tarde desta quinta-feira (18) estiveram no Centro de Educação Infantil São Vicente Pallotti, orientadas e acompanhadas pelas professoras Elaine e Patrícia Mizuno (nutricionista). Mantido pela Sociedade Civil Lar dos Meninos, o centro fica no Jardim Maracanã e atende 244 crianças de três meses a 3 anos e 11 meses, em convênio com a Secretaria Municipal de Educação (Seduc), conforme Leni Correa Fachiolli Pedro, pedagoga que está assumindo a direção.

Para as crianças do período da tarde e algumas que são atendidas em tempo integral, a apresentação utilizou os lendários personagens Lobo Mau e Chapeuzinho Vermelho, em versão apropriada para tratar de educação alimentar. O lobo come bolacha e doce à vontade, bebe refrigerante e ignora os alimentos saudáveis. Então, a menina do conto de fadas mostra que existem outras coisas para comer e beber, para crescer saudável, sem o problema da obesidade. As frutas fazem parte dessa alimentação.

Leni avalia como muito valiosa a contribuição do curso de Nutrição da Unoeste, inclusive por reforçar o trabalho desenvolvido pela coordenação pedagógica que utiliza cardápio elaborado por nutricionista, incluindo frutas e verduras disponibilizadas pela Horta Municipal. “Hoje, diante da praticidade e da facilidade de consumir salgadinhos e refrigerantes, o trabalho de orientação alimentar tem que ser constante, incluindo o estímulo ao consumo de salada”, comenta Leni.

Atendimento aos pais – Neste sábado (20), das 9h às 12h, será realizada a 2ª Mostra Pedagógica do centro, quando serão expostos trabalhos produzidos pelas crianças que estarão acompanhadas de seus pais. A professora Elaine conta que, em atendimento a solicitação da direção, haverá atividade de atendimento à prevenção de saúde dos pais. Pelo Programa de Aproximação da Prática Médica (Papp), estudantes do curso de Medicina irão prestar os serviços de aferição de pressão arterial e aplicação do teste de glicemia (diabetes), além de orientação para a prática de hábitos saudáveis.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proteção contra força bruta. * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.