Diretor da Software by Maringá explana sobre ecossistema do Paraná na Semana de Ciência

A Fundação Inova Prudente promoveu na noite desta terça-feira (16/10) o 2º Encontro do Ecossistema de Empreendedorismo e Inovação Tecnológica. O evento integra a programação da primeira Semana Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento, que teve início nessa segunda-feira (15) e segue com ações até este sábado (20).

De acordo com o diretor-executivo da Software by Maringá, César Rael, responsável por conduzir o Encontro, disse que foi apresentada a trajetória do APL (Arranjo Produtivo Local) de Maringá, além de números, empresas, mão de obra, o funcionamento do ecossistema, bem como a união do governo, iniciativa privada e das academias.

“Quando os empresários se juntaram pela primeira vez para conversar sobre o futuro da região, pois havia muitas iniciativas e empresas começando, se viam como concorrentes. Nesta reunião, perceberam que podiam se juntar, enquanto cidade, e criar um APL, que hoje tem um braço executivo que é a Software By Maringá, que é Associação [das Empresas de TI de Maringá]. Esta, que coordena a APL, está em sintonia com as outras do Paraná”, explicou.

Questionado se é possível conectar o ecossistema de Maringá com o de Presidente Prudente, César garantiu que sim. Inclusive, ele pontuou que a Software by Maringá, enquanto agente Softex (Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro), desempenha um trabalho a nível Brasil, principalmente no Nordeste, para conectar pessoas, “levando e buscando experiências positivas, fazendo um benchmarking entre entidades”.

O diretor-executivo fez também uma breve explanação sobre o apoio do Governo Municipal a iniciativas que fortaleçam que fomentem e fortaleçam o ecossistema. Para ele, é essencial. “Geralmente as iniciativas são do privado. Para ser Agente Softex, tivemos que buscar apoio do governo e das academias, que é chamada tríplice hélice. Fizemos essa consistência há uns cinco anos e hoje está fortalecida. E é isso que faz a roda girar. [Em Prudente] a iniciativa sendo do governo, a privada tem mais é que aproveitar, entrar neste barco e trabalhar”, concluiu.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proteção contra força bruta. * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.