Participação de 9 caratecas da Wadô-Ryu no Gashuku Nacional, em Gramado/RS

Um período de reflexão, aperfeiçoamento e a busca de conhecimentos. É com esse conjunto de metas que a Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô Renmei do Brasil promove mais uma edição do Gashuku Nacional 2018. O evento será realizado entre sexta-feira e domingo (23 a 25 de fevereiro), em Gramado, município localizado na Serra Gaúcha. O mestre Koji Takamatsu, faixa preta, 9º Dan, que trouxe o estilo do Japão para o Brasil, comandará os ensinamentos. Nove praticantes vão representar a região de Prudente.

O Gashuku, que significa “todos sob o mesmo teto”, visa realizar o treino e a reciclagem, além de fazer as refeições em um único local. “Essa atividade da Wadô-Ryu já é tradicional e sempre ocorre no mês de fevereiro. É o momento de troca de ideias, de aperfeiçoar as técnicas e de renovarmos a filosofia que o estilo possui visando transmiti-la aos nossos alunos”, ressalta Paulo José Martins Villalva, de Álvares Machado, faixa preta, 5º Dan, que estará no sul do país. Ele é delegado titular da 15ª Delegacia da FPK (Federação Paulista de Karatê) e ainda diretor regional da Organização Wadô-Ryu.

A 2ª Delegacia Regional São Paulo do Interior da Wadô-Ryu será representada por nove caratecas: quatro de Presidente Venceslau, três de Álvares Machado, um de Prudente e um de Santo Anastácio. Além de Villalva, Pedro da Silva Andrade, faixa preta, 4º Dan, Marcos Rogério da Cunha Garcia, Marcos Mineiro, faixa preta, 3º Dan, Rita Cássia de Souza Andrade, Jovelino Junior, Renato Frigolete e Vitorino Santos, os quatro últimos são faixas pretas, 1º Dan, Vitor Lucas Ishida e Lucas Porto Rodrigues, ambos utilizam a faixa marrom, estarão em Gramado, que fica no Rio Grande do Sul, sendo que a distância para o Oeste Paulista é de 1.135 km (quilômetros). Rita Cássia é esposa do professor Pedro Andrade.

Cerca de 200 praticantes dessa arte marcial, que chegou ao Brasil em fevereiro de 1956 (fez 62 anos de existência em solo brasileiro), devem participar do evento. Seis Estados do país serão representados. Este Gashuku, segundo o portal da Organização Wadô-Ryu, será voltado, principalmente aos faixas pretas e aspirantes à mesma do estilo, mas também aberto aos alunos de todas as faixas. “Será realizado ainda no Gashuku, a primeira avaliação de graduação superior nas categorias menores e maiores”.

Programação extensa

Além do mestre Koji Takamatsu, o seu filho Sérgio Takamatsu, faixa preta, 7º Dan, também orientará as aulas teóricas e práticas. “O Gashuku será desenvolvido no Ginásio de Esportes Perinão. Os participantes ficarão hospedados na Casa da Juventude, no Lago Negro”, revela Villalva. A atividade começa sexta-feira, às 6h, com o treinamento de katá (luta imaginária). Já o encerramento, conforme o portal da Wadô-Ryu, será no domingo, com o treino técnico, das 8h às 10h, e seguido do almoço de confraternização.

“Teremos ainda treinamentos de kumitê, que é o combate, e de arbitragem, cursos e palestras. Serão três dias intensos e de suma importância para todos os praticantes do estilo Wadô-Ryu”, salienta Villalva, que observa: “A nossa arte marcial foi introduzida na região em 1979 e começou por Prudente”.

O Gashuku Nacional, que já é realizado há anos, foi organizado em 2016, na cidade de Sidrolândia, e pela primeira vez no Mato Grosso do Sul. Já entre os dias 17 e 19 de fevereiro do ano passado, Dois Vizinhos, no Estado do Paraná, sediou o treinamento, sendo ministrado pelo grão-mestre Hironori Otsuka III, herdeiro e terceiro sucessor do mestre Hironori Otsuka, que fundou o estilo Wadô-Ryu, no Japão, na década de 1930. Atualmente, o caratê integra a programação olímpica e estará nos Jogos de 2020, em Tóquio.

SAIBA MAIS

HISTÓRICO DA WADÔ-RYU

A Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô Renmei do Brasil é a entidade oficial que representa o estilo Wadô-Ryu de caratê no país. O estilo foi introduzido no Brasil em fevereiro de 1956, com a chegada do mestre Koji Takamatsu, Hanshi-Shihan 9º Dan pela Organização Wadô-Ryu Internacional e pela CBK (Confederação Brasileira de Karatê), de acordo com o site da Organização Wadô-Ryu. Nascido em Kakogawa, província de Hyogo, Japão, e formado pela Universidade de Agronomia de Tóquio em 1953, o mestre Koji Takamatsu é hoje presidente da Organização Wadô-Ryu para a América do Sul e membro da comissão da diretoria técnica da Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô Internacional. É ainda integrante do Kodansha-kai (Conselho de Mestres) da FPK (Federação Paulista da modalidade). O trabalho de décadas do mestre Takamatsu pode ser observado através dos milhares de praticantes do estilo em todo o Brasil e até mesmo fora dele.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proteção contra força bruta. * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.